Agenciados

Candido Damm

TV

2019 – Isso é muito minha vida,  um episódio do quadro do programa Se joga.
TV Globo

2019 / 2016 – Filhos da Pátria – duas  temporadas da série sob direção de Maurício Farias e Felipe Joffily.
TV Globo

2020 / 2015 – Zorra – cinco temporadas do programa, redação final de Marcius Melhem, direção de Mauro Farias, núcleo Maurício Farias.
TV Globo

2014 - O Rebu – novela de Braulio Pedroso, direção de José Luis Villamarin.
TV Globo

2014 - Doce de Mãe – serie sob direção de Jorge Furtado –
TV Globo

2013 - A descoberta do Brasil – quadro pro Fantástico, direção de José Alvarenga Jr, no papel de Pero Vaz de Caminha.
TV Globo


2013 - Malhação - novela sob direção de Luis Henrique Rios.
TV Globo

2013 - Sangue Bom - novela sob direção de Dennis Carvalho.
TV Globo

2013 - Louco por Elas - episódio O Calendário, direção de Flavia Lacerda e João Falcão.
TV Globo

2013 - AS Canalhas - serie, sob direção de Pedro Freire e Ana Muylaert.
GNT

2012 / 2010 – Os Caras de Pau – direção de Márcio Trigo, núcleo Marcos Paulo.
TV Globo

2009 – A Grande Família – alguns episódios, direção de Maurício Farias, Personagem – Dr. Mesquita.
TV Globo.

2008 – Emprêgo de A a Z – textos de Cláudio Paiva, direção de Maurício Farias,  (parte do programa Fantástico)
TV Globo

2007 – Cilada – seriado de Bruno Mazzeo, direção de Walmor Pamplona.
Multishow

2006 – Amazônia – de Galvez a Chico Mendes – minissérie de Glória Perez, direção de Marcos Schechtman, Personagem – Uhthoff.
TV Globo

2005 - Sítio do Picapau Amarelo – episódio Dom Quixote, no papel título.

2001/2004 - Sítio do Picapau Amarelo – Direção de Márcio Trigo, núcleo Roberto Talma, na Rede Globo de Televisão. Posteriormente direção de Cininha de Paula e Paulo Ghelli. Núcleo Mário Lúcio Vaz.
Personagem – Visconde de Sabugosa.

2000 – A Turma da Mônica – (pilotos) Direção de Márcio Trigo, na Rede Globo de Televisão. Personagem – Louco.

 1999 - A guerra dos Pintos – Participação em alguns episódios. Direção de Del Rangel, co-produção SONY.
TV Bandeirantes

1997 - Dona Flor e seus dois maridos - minissérie de Dias Gomes, baseada no romance homônimo escrito por Jorge Amado, sob direção de Mauro Mendonça Filho.
TV Globo 

1995 - O Incidente Goiânia - programa produzido pela BBC de Londres, sob direção de Kim Flitcroft.
BBC

1995 - Explode Coração - novela escrita por Glória Perez e sob direção geral de Dênis Carvalho.
TV Globo 


1995 - Engraçadinha - minissérie baseada no romance de Nélson Rodrigues, direção de Denise Sarraceni, supervisão de Carlos Manga. 
TV Globo

1994 - Incidente em Antares - minissérie baseada no romance de Érico Veríssimo, direção de Paulo José, supervisão de Carlos Manga.
TV Globo

1991 - Salomé - novela de Sérgio Marques, direção de Herval Rossano.
TV Globo

1988 - Grupo Escolacho - programa especial, com direção de Miguel Falabella e supervisão de Chico Anísio.
TV Globo
 



Eventuais participações em quadros do Fantástico como Emprego de A a Z, Conto ou não conto.
Eventuais participações em novelas   tais como Roda de Fogo, Araponga, De corpo e alma, Fera Ferida, História de Amor, Explode Coração, Era uma Vez, Ciranda de Pedra, etc, e programas tais como  Linha Direta, Tarcísio de Glória, Não fuja da Raia, Angel Mix, A Turma do Didi, Muvuca, e de Você Decide, nos episódios “O Jogador” , “O Pacto” e “Trio em Lá Menor”, todos produzidos pela Rede Globo de Televisão.

CINEMA

2017 – Pixinguinha – Um homem carinhoso – direção de Denise Sarraceni, RJ.

2014 – Quase Memória – direção de Ruy Guerra, RJ.

2014 – Maresia – direção de Marcos Guttman, RJ.

2013 – Os Caras de Pau – o filme – direção de Felipe Joffily, RJ.

2013 – A idade de ouro do pânico – curta metragem de Bruno Keusen, formando da PUC, RJ.

2012 – Gonzaga – de pai para filho – direção de Breno Silveira, RJ.

2010 – Heleno – direção de José Henrique Fonseca, RJ.

2008 – Encantados – direção de Tizuka Yamazaki, RJ.

2006 – O Cavaleiro Didi e a Princesa Lili – texto de Renato Aragão, direção de Marcus Figueiredo, produção de Diller Trindade, RJ.

2004 – Carta Marcada – Curta- metragem com roteiro e direção de Marcio Big Mattos, RJ.

2001 – O Entregador de Pizza – Curta metragem, roteiro de Ana Paula Maia  e direção de Lucas Margutti, papel protagonista, produção independente, RJ.

1999 –  Os Outros – Curta metragem com roteiro e direção de Fernando Mozart.

1998 – O Xangô de Baker Street - texto de Jô Soares, roteiro e direção de Miguel Faria Jr.

1998 – Zoando na TV – direção de José Alvarenga. Produção GloboFilmes

1998 – Estôrvo - texto de Chico Buarque, direção de Rui Guerra.

1995 – Quem matou Pixote? -    direção de José Joffily.

1994 – Dente por Dente - Curta metragem, direção de Alice de Andrade.

1993 – Coringa - Curta metragem de David França Mendes.

1992 – Perdi a Cabeça na Linha do Trem - Curta metragem de Estevão Ciavatta Pantoja.

1988 – O Romance da Empregada - direção de Bruno Barreto.

1987 – No país dos Tenentes - direção de  João Baptista de Andrade.

1987 – A  Ópera do Malandro - direção de Rui Guerra.

1982 – Bar Esperança- direção de Hugo Carvana.

1979 – Parceiros da Aventura - direção de José Medeiros.

1973 – O Caçador de Fantasmas - direção de Flávio Migliaccio.

 

TEATRO

PRINCIPAIS ESPETÁCULOS:

2014/2015 – Vianninha conta o último combate do homem comum – texto de Oduvaldo Vianna Filho, direção de Aderbal Freire-Filho, no Teatro Sesc Ginástico, no Teatro Poeira, RJ, no Cine Theatro Brasil Vallourec, BH, no Teatro da UFF, Niterói, RJ, no Teatro Sesc Nova Iguaçu, RJ, no Teatro Sesc Teresópolis, RJ, no Festival de Teatro de Tiradentes, MG, no Teatro Sesc Niterói, RJ.

2013/2014 – Deixa que eu te ame – texto de Alcione Araújo, direção de Aderbal Freire-Filho, no Teatro Eva Herz, e no Teatro Poeira, RJ.

2008 – Hamlet – texto de William Shakespeare, direção de Aderbal Freire-Filho. Teatro FAAP, SP, Teatro OI Casagrande, RJ, e várias cidades brasileiras.

2008 –  A Invenção de Morel – texto de Adolfo Bioy Casares, direção de Moacir Chaves.  Centro Cultural Banco do Brasil, RJ.

2006/2010 – O Púcaro Búlgaro – texto de Campos de Carvalho, direção de Aderbal Freire-Filho. Teatro Poeira, RJ, em espetáculos promovidos pela ONG Leia Brasil nas cidades de Niterói, Magé, Macaé, Campos e Araruama, RJ, no Teatro Raul Cortez em Duque de Caxias, RJ, na Casa de Cultura Laura Alvim, RJ, no Teatro Leblon, RJ, no Teatro Castro Alves, Salvador, BA, nos Festivais de Angra dos Reis, Vitória, ES, Sobral e Fortaleza, Ceará, e Montevideo, Uruguay. E em excursão pelo Norte, Nordeste, Centro e Sul sob patrocínio da BR e Caixa Econômica.


2005/2006 – Estatuto de Gafieira – texto de Ana Velloso e Vera Novello, direção de Aderbal Freire-Filho. Centro Cultural Banco do Brasil e Teatro Villa-Lobos, RJ.


2000/2001 – A Megera Domada – texto de W. Shakespeare, adaptação de Millôr Fernandes e Geraldo Carneiro, direção de Mauro Mendonça Filho. Teatro Cultura Artística, Teatro Municipal,SP, Teatro João Caetano, RJ.

2000 – Ai,Ai,Brasil – revista musical, texto e direção de Sérgio Britto, músicas de Caíque Botkay. Teatro da Universidade, RJ.

1999/2001 – Bugiaria – O Processo de João Cointa – Textos da Inquisição com dramaturgia e direção de Moacir Chaves. Primeiro espetáculo da Péssima Companhia. Teatro Glauce Rocha, UERJ, Teatro Dina Sfat, Teatro do Leblon, Teatro Municipal, RJ, e no Teatro Sesc Anchieta, SP, CCBB de Brasília, Festival de Teatro de São José do Rio Preto,SP, Festival das Artes de  Goiás,GO,e excursão por cidades  do RJ e SP. Espetáculo detentor de dois prêmios do Governo do Estado do RJ, melhor direção e melhor espetáculo do ano de 1999. 

1998/1999 – O Congresso dos Intelectuais – texto original de Bertolt Brecht, adaptação e direção de Aderbal Freire-Filho, no Teatro do Planetário da Gávea, Teatro Ziembinsky, RJ, e no VI “Porto Alegre em Cena” em apresentações no Centro Cultural Renascença, sala Álvaro Moreira, Porto Alegre, RGS.

1996/1997 - Tristão e Isolda - texto  de Filipe Miguez inspirado na lenda celta, com a Companhia dos Atores, sob direção de Cesar Augusto e Enrique Diaz, no Teatro Ziembinski,  na Casa de Cultura Laura Alvim, RJ, e no VI Festival de Teatro de Curitiba.

1996 - O Mercador de Veneza - texto de William Shakespeare, direção de Amir Haddad, no Centro Cultural Banco do Brasil, RJ, no V Festival de Teatro de Curitiba, e em várias cidades brasileiras.

1995 - A Dança do Homem com a Mala e outras histórias escolhidas - texto e direção de Gillray Coutinho, no Teatro Carlos Gomes, RJ.


1994/1995 - Senhora dos Afogados- texto de Nélson Rodrigues, direção de Aderbal Freire-Filho, no Teatro Carlos Gomes, RJ.


1994 - Vestido de Noiva - texto de Nélson Rodrigues, direção de Luiz Arthur Nunes, no Teatro Nélson Rodrigues, RJ, no III Festival de Teatro de Curitiba, e em várias cidades brasileiras.
           
1992 – Tiradentes - texto de Aderbal Freire -Filho e Carlos Eduardo Novaes. Espetáculo itinerante, passado em vários cenários cariocas, estreado em 21 de abril.(personagem- Tiradentes).

1992 – A Maconha da Mamãe é a mais Gostosa - texto de Dario Fo, direção de Ricardo Petraglia, no Teatro da Praia, RJ.

1991 - O Tiro que Mudou a História - texto e direção de Aderbal Freire-Filho sobre a noite que antecedeu o suicídio de Getúlio Vargas, no Museu da República, RJ.

1990 - A Mulher Carioca aos  22 Anos - romance de João de Minas, direção de Aderbal Freire-Filho, re-abrindo o Teatro Gláucio Gill e dando início às atividades do Centro de Demolição e Construção do Espetáculo, espetáculo que cumpriu também temporadas em São Paulo, Niterói e Fortaleza, e participou da V Muestra de Teatro de Montevideo, Uruguay, do Festival de Almada, além de  temporada em Lisboa no Teatro da Trindade, Portugal, e da  II Mostra de Teatro de Curitiba.
 
1988 - Rosa,a Vida de Noe
l - texto e direção de Domingos Oliveira, no Teatro Villa-Lobos, RJ.

1987 - Vampíria - texto de Tacus, direção de Carlos Gregório, no Teatro da Galeria, RJ.

1986 - Pluft,o Musical - texto de  Maria Clara Machado, direção de Antônio Pedro, no  Teatro João Caetano, RJ.

1985 - Tá Ruço no Açougue -adaptação de Santa Joana dos Matadouros de Bertolt Brecht, direção de Antônio Pedro, no Teatro da Cidade, RJ.
   
1984 - A Aurora da Minha Vida -texto e direção de Naum Alves de Souza, no Teatro de Arena, RJ.

1984 -Dito e Feito - adaptação infantil da peça O Círculo de Giz Caucasiano ,de Bertolt Brecht, direção de Lúcia Coelho, no Teatro Villa-Lobos, RJ.

1983 - O Círculo de Giz - texto de Bertolt Brecht, direção de Paulo Reis, no Centro de Artes Visuais do Parque Laje, RJ.

1983 - O Homem Que Não Foi a São Paulo - coletânea de textos de Stanislaw Ponte Preta, direção de Cláudio Torres Gonzaga, no Espaço Petit Galerie, RJ.

PRÊMIOS

2014 -  MELHOR ATOR  - Prêmio Cesgranrio 

2014 -  MELHOR ATOR - Prêmio Questão de Crítica

2014 -  MELHOR ATOR  - Prêmio Shell (indicação)

2014 -  MELHOR ATOR - Prêmio APTR (indicação)

 

RÁDIO

2013/2014 – BlimBlemBlom, texto e direção de Tim Rescala – Radio MEC, RJ.

1998 – A Escola em Discussão – Programa diário, com direção de Felipe Paes, Rádio MEC, RJ.

1995/1996 – Cenário  Brasileiro - Programa semanal, com direção de Felipe Paes, Rádio MEC, RJ.
    
1995 – Caminhando pelo Mundo - Programa semanal, com direção de Felipe Paes, Rádio MEC, RJ.

1994 – Oficina das Palavras - Programa semanal, com direção de Suzana Saldanha, Rádio MEC, RJ.

1992 – As Enfibraturas do Ipiranga- Programa especial sobre a Semana de 22, com o poema de Mário de Andrade até então inédito em rádiodifusão, com direção de Aderbal Freire-Filho. Rádio MEC, RJ.

 

PUBLICIDADE

Participação em diversos comerciais para Televisão entre eles para os Classificados do jornal O Globo, Mesbla, Casas Pernambucanas, Barrashopping, Raspadinha, vinhetas para a nova programação da TV Globo de 1985 e de 1986, etc.

      Spots em rádio para ATL, Varig, NET, entre outros.