Agenciados

Ludmila Brandão

Ludmila Brandão é bacharel em Artes Cênicas – Interpretação Teatral, formada pela Universidade Federal da Bahia em 2010. Dentre os seus cursos de especialização, destacam-se: Interpretação para TV e Cinema com Roumer Canhães; Interpretação para Cinema com o preparador de elenco Sérgio Penna; e workshops de teatro físico com Fábio Vidal e o Grupo Lume de Teatro. Em Salvador integrou cerca de dez montagens teatrais, de 2008 a 2010, e participou de algumas produções independentes em cinema. Integrou o grupo Alvenaria de Teatro por dois anos, desenvolvendo com eles uma pesquisa em teatro contemporâneo focado nos estudos de Grotowski, Barba, Stanislavski e Meyerhold e, com uma montagem do grupo, concorreu ao Prêmio Braskem de Teatro, na categoria de Revelação em 2009. Em uma longa parceria com outro grupo teatral soteropolitano, o Grupo Teatro Imediato, foi assistente de direção em seis espetáculos, levando dois deles a temporadas também em São Paulo. Residiu em São Paulo por dois anos e atuou nos espetáculos musicais “Sessão da Tarde” e “Lado B” (ambos em 2011), da Cia de Teatro Rock, em temporadas no Centro Cultural São Paulo e em turnê por algumas cidades no interior do estado. No ano seguinte, participou da Cia Madame Satã, apresentando-se na icônica casa Madame Satã como atriz, cantora e performer. Mudou-se para o Rio de Janeiro e estreou na TV em 2015, fazendo participações nas novelas “Boogie Oogie”, “Sete Vidas” e “A Regra do Jogo”, produzidas pela Rede Globo. Em agosto desse ano foi convidada para atuar na oficina de Direção de Atores, promovida pela Globo, com o preparador de elenco argentino Eduardo Milewicz. Em outubro participou de mais uma oficina da Globo, “A Escuta”, ministrada pela atriz e diretora Miwa Yanagizawa. Atualmente acaba de gravar "Nada Será Como Antes" - minissérie dirigida por José Luiz Villamarim e prevista para estrear em 2017 - como Sussú: uma prostituta de luxo que se envolve com Saulo (Murilo Benício), causando problemas no casamento do empresário.